nhoque

Os sete nhoques de São Pantaleão

Print Friendly, PDF & Email

Diz a história que, num dia 29 de dezembro, um andarilho que vagava por um vilarejo italiano bateu à porta de uma casa pobre. Faminto, o homem pediu um pouco de comida à família que o recebeu. A única coisa que havia para comer eram nhoques, que foram divididos entre todos: sete para cada um.

Depois de comer, o homem agradeceu e foi embora. Logo depois, a família encontrou um punhado de moedas de ouro debaixo de cada prato. O andarilho era São Pantaleão. Por isso, todo dia 29, não importa o mês, é dia de Nhoque da Fortuna.

Confesso que já comi nhoque no dia 29 de tudo o quanto foi mês, sempre com um dinheirinho embaixo do prato e um desejo a cada uma das sete primeiras garfadas. Se funciona? Meu dinheiro nunca se multiplicou ao tirar o prato, o máximo que consegui foi escapar de lavar a louça.  Mas é sempre divertido combinar com os amigos e se reunir para comer essa massa de batata maravilhosa.

Hoje fiz um nhoque perfeito, daqueles que flutuam na boca de tão leve.  Servi com dois molhos, um de tomate com manjericão e o outro de gorgonzola.

nhoque com molho bechamel

Você vai precisar:

Para o nhoque:

4 batatas

1 ovo

110 g de farinha de trigo

sal e noz-moscada a gosto

Para o molho de tomate:

1 cebola picada

2 tomates italianos

1 dente de alho

2 folhas de louro

azeite de oliva

sal e pimenta a gosto

Para o molho de gorgonzola:

1 cebola picada

2 colheres de sopa de farinha de trigo

100 g de gorgonzola

150 ml de creme de leite misturado com 100 ml de leite

2 colheres de sopa de ervilhas frescas ou congelada

1 colher de alcaparras

1 colher de manteiga

sal e pimenta a gosto

Como fazer:

Nhoque:

Cozinhe as batatas com casca por 20 minutos.  Logo depois, leve ao forno por mais 15 minutos, para secarem. Descasque as batatas, amassando-as ainda quentes. Acrescente o ovo, o sal, a noz-moscada e a farinha.  Truque da farinha: Aqueça a farinha no forno por 6 minutos. Isso tira a umidade dela e deixa o nhoque muito mais leve. A massa gruda um pouco na mão, é normal. Polvilhe farinha de trigo numa superfície e, sobre ela, divida a massa, fazendo rolinhos de mais ou menos 1 cm de espessura. Corte os nhoques de modo que cada um tenha cerca de 2 cm de comprimento. Cozinhe-os em água fervendo. Quando estiverem na superfície, eles estão prontos. Antes de colocar o molho, regue os nhoques com um pouco de azeite de oliva. Isso evita que eles se grudem.

Molho de tomate:

Antes de começar a fazer o molho, cozinhe os tomates por 7 minutos. Já sem casca, coloque-os em um processador. Numa panela, frite a cebola picada junto com o dente de alho, também picado. Acrescente o tomate já batido, colocando ainda duas folhas de louro. Deixe cozinhar por 20 minutos.

Molho de gorgonzola:

Numa panela, frite a cebola na manteiga. Coloque o gorgonzola e mexa até que ele esteja derretido. Em seguida, coloque a farinha e a mistura de leite com creme de leite. Misture bem. Acrescente as ervilhas e as alcaparras. Tempere com sal e pimenta do reino moída.

5 Comments

  • Carine 29 maio, 2012 at 17:12

    Hummm Ca que delicia!!!! Amei a versão molho com gorgonzola!!!!
    Demais!!!!
    Beijos

    Reply
    • camilanacozinha 30 maio, 2012 at 7:14

      Obrigada, Cá!!! Fica uma loucura esse molho. Dá para trocar o gorgonzola por outro tipo de queijo tb. Bj

      Reply
  • Leslie 29 maio, 2012 at 21:20

    Que delícia, me deu água na boca só de ver…amanhã vou preparar para o almoço, adorei a dica, sempre faço do modo convencional e realmente ele fica mais pesado, amanhã te conto se deu certo.
    Beijosss

    Reply
    • camilanacozinha 30 maio, 2012 at 7:13

      Oba, Leli!! Faz que dá bem certinho! Quero saber como ficou. Bjss

      Reply
  • Receita maravilhosa e surpreende de nhoque de milho - camila na cozinha 30 abril, 2018 at 14:12

    […] italiano foi ganhando novos ingredientes, cores e sabores. Aqui no blog você pode encontrar o de batata, o de baroa e também o de […]

    Reply

Leave a Comment

*